Amaro Neto é eleito vice-presidente da Frente Parlamentar da Radiodifusão da Região Sudeste

Amaro NetoO deputado Amaro Neto (Republicanos-ES) foi eleito vice-presidente da Frente Parlamentar da Radiodifusão da Região Sudeste, na Câmara dos Deputados. A frente parlamentar foi lançada na tarde desta quarta-feira (30), em sessão solene no Café do Salão Verde da Câmara, em Brasília.

Amaro Neto ressaltou que a frente atuará no sentido de fortalecer a radiodifusão do Brasil. “Uma frente parlamentar como essa, tendo tantos e tantos nomes no parlamento brasileiro, é importante para a gente fortalecer ainda mais a radiodifusão no nosso Brasil. Temos algumas ações que precisam ser feitas, de forma urgente, outras que a gente consegue fazer a médio e longo prazo, e nada melhor que um grupo de parlamentares em prol da radiodifusão, que é tão importante no nosso Brasil”, destacou o deputado.

A Frente Parlamentar da Radiodifusão foi criada pelo deputado Eli Corrêa Filho (DEM-SP). A iniciativa contou com a assinatura de mais de 250 deputados e é considerada uma das maiores frentes parlamentares da Câmara Federal.

Segundo Eli Corrêa Filho, o intuito da medida é defender os projetos que tramitam na Câmara dos Deputados e são de interesse do setor de radiodifusão. “É uma grande alegria poder, através dessa frente – que foram mais de 250 deputados que apoiaram -, ampliar esse trabalho a favor do rádio. O rádio, mesmo no Congresso Nacional, tem vários projetos que tentam valorizá-lo, mas agora, com essa frente, a gente pode unificar e isso é a valorização que a rádio tanto precisa. É o veículo de comunicação que você não precisa estar parado na frente, como a televisão. Com o rádio, você está em movimento. E eu só tenho que agradecer à Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) por essa oportunidade também de dar esses subsídios, para que a gente possa desenvolver esse trabalho fantástico”, frisou o parlamentar.

O presidente da Associação das Empresas de Rádio e TV do Espírito Santo (Aertes), Fernando Machado, também destacou a iniciativa. “Essa frente parlamentar surge em um momento importante, porque, além de prestigiar o setor de radiodifusão, vem defender o acesso à informação gratuita e a democracia. Só com os meios livres seremos capazes de combater a Fake News e valorizar a verdade, com profissionais responsáveis e capacitados”, ressaltou.

Entre os principais projetos que estarão na pauta da nova frente parlamentar, está a migração das rádios AM para FM, oferecendo melhor qualidade de áudio e transmissão, além de viabilizar a veiculação da programação no celular. Até o momento, 1.670 emissoras já solicitaram a mudança de espectro. Outras bandeiras da frente são a defesa da liberdade de expressão e de imprensa e a redução das assimetrias regulatórias.

Texto: Folha Vitória
Foto: Douglas Gomes

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.