Comissão irá chamar Netflix para dar explicações sobre filme que retrata Jesus Cristo gay

48718362757_342609a2c5_oA Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (17), um requerimento de audiência pública na qual convida representantes da empresa Netflix para darem explicações sobre o filme ‘A Primeira Tentação de Cristo’, produzido pelo canal Porta dos Fundos. O longa está sendo disponibilizado pelo streaming como conteúdo especial de fim de ano.


O requerimento é de autoria conjunta dos deputados federais Roberto Alves (Republicanos-SP), Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF), Cezinha do Madureira, Alex Santana e David Soares.

O filme, protagonizado pelos humoristas Fábio Porchat e Gregório Duvivier, provocou a indignação dos cristãos de todo o Brasil, porque retrata a história de Jesus de maneira ofensiva e vexatória. Na história retratada pelos humoristas, Jesus está em uma relação homossexual e Deus, Maria e José envolvidos num triângulo amoroso.

Porta dos Fundos

O deputado federal Roberto Alves (Republicanos-SP) destacou que o filme ofende os princípios e os valores cristãos e que debocha da religiosidade de milhares de brasileiros. E ao justificar o requerimento, ele reforçou a importância de convidar Fábio Porchat e Gregório Duvivier para darem esclarecimentos ao parlamento e, sobretudo à bancada cristã. “Eles terão de vir aqui (à Comissão de Ciência e Tecnologia) e se explicar aos brasileiros. O povo cristão não aceita brincadeiras”, disse o parlamentar.

Após uma disputa entre a bancada cristã e da esquerda, a presidente da comissão em exercício, a deputada federal Ângela Amin, decidiu convidar somente o Netflix, conforme consta no requerimento, excluindo as sugestões indicadas pelos parlamentares. “Nós vamos continuar atentos para que no próximo ano, mediante um outro acordo, possamos discutir esse tema com os verdadeiros responsáveis por esse filme”, afirmou Roberto Alves.

Texto: Ascom do deputado Roberto Alves
Foto: Douglas Gomes

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.