Republicanos defende adiamento do Enem em razão da pandemia

Com o isolamento social muitos estudantes da rede pública saem em desvantagem em relação aos da rede privada, que seguem tendo aulas remotas

478A8859-8285-45B2-99E8-D33C08548C9A

Durante sessão virtual do Congresso Nacional, nesta quarta-feira (13), o deputado Vinicius Carvalho (Republicanos-SP) defendeu o cancelamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Não podemos permitir que essa prova aconteça este ano. Há muitos jovens em situação de vulnerabilidade, que estudam em colégios públicos e não têm a possibilidade de ter aulas remotas como alunos de escolas particulares”, justificou o republicano.

Para Vinicius, a suspensão das atividades escolares nos últimos dois meses, em virtude da pandemia do coronavírus, contribui para o aumento da desigualdade entre os estudantes no preparo para as provas. Ele observa que grande parte dos alunos da rede pública não tem acesso sequer à tecnologia, enquanto estudantes da rede privadas seguem o calendário com aulas virtuais.

O presidente do Republicanos, deputado Marcos Pereira (SP), também concorda que muitos estudantes estão sendo prejudicados. Ele adianta que pretende intervir junto ao Governo Federal a respeito do assunto. “Tenho recebido centenas de pedidos de alunos e entidades estudantis em busca de apoio para o adiamento do Enem. Vou abrir um diálogo com o Ministério da Educação para fazer essa ponderação”, afirmou.

Saiba Mais – Enem

As inscrições para o Enem estão abertas desde a última segunda-feira (11) até o dia 22 de maio. As provas presenciais estão previstas para 1º e 8 de novembro deste ano.

Texto: Fernanda Cunha com edição de Mônica Donato (Ascom da Liderança do Republicanos)

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.